0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Logo após passar pelo Chuí ( e não pegar o selo de saída do Uruguai porque o ônibus simplesmente não parou na fronteira) hora de voltar para o Brasil e matar um pouco das saudades. Primeira parada: Porto Alegre.

Porto Alegre é para mim uma cidade agradável e como toda capital tem muito da história do seu estado, tanto nos costumes do seu povo como institucionalizada em museus e manifestações artísticas.

Porto Alegre

Parque da Redenção

Gaúchos e suas paixões regionalistas

Passeando por Porto Alegre você já pode perceber o forte regionalismo do estado. Churrasco, chimarrão, cerveja Polar e o Pôr do sol do Guaíba são venerados como santos. Tudo que nasce no Rio Grande do Sul é o melhor. (é brincadeira, não quero nenhum gaúcho me xingando depois, rs). Essa paixão do povo por sua cultura é louvável e a comparação com a cultura gaucha (esse é sem acento) no Uruguai, Argentina e sul do Chile é inevitável. Claro que com algumas coisas mais distintas já que os gaúchos daqui inevitavelmente se misturaram com outras culturas e inclusive outras tribos indígenas que seus conterrâneos.

Porto Alegre

Mercado Municipal

Pólo de inovação e gente bonita

Costumo falar que quanto mais para o sul do Brasil mais gente bonita vai ver. E isso se comprova em Porto Alegre. Ooooo terrinha para ter mulher bonita! Com nosso senso estético é muito baseado em modelos europeus (e talvez alguma influência ainda desconhecida pela ciência do consumo a longo prazo de erva mate e churrasco) a mescla Rio Grandense diria que rendeu bons frutos.

Porto Alegre

Típico fim de tarde na beira do Guaíba

Mas como beleza não é tudo e com o tempo vai embora Porto Alegre nos últimos anos vem se destacando também como pólo inovador. Berço de diversas startups e iniciativas empreendedoras, já configura entre os maiores Pólos do Brasil, principalmente pela TecnoPUC (Parque científico e tecnológico da PUC), um dos 5 maiores pólos tecnológicos do país. As manifestações culturais, os preços dos serviços mais baratos que nas grandes metrópoles e a renda per capita elevada da capital também ajudam a incentivar que cada vez mais  que jovens empreendam.

Porto Alegre

Mercado Municipal

Insegurança e violência.

Nem tudo é um mar de rosas na capital gaúcha. Com a crise brasileira e o estado falido a pobreza e o consumo de drogas aumentam gerando uma ainda maior desigualdade e violência. Tudo isso combinado com atraso no pagamento de policiais cresce a gama de assaltos e furtos nas ruas. Porto Alegre hoje é  uma cidade um tanto insegura para se andar a noite, principalmente nas regiões centrais.

Porto Alegre

Desigualdade crescente pode ser vista pelas ruas de POA.

O que fazer em Porto Alegre?

Se é sua primeira vez na cidade pode ficar meio perdido. Porto Alegre não tem muitos atrativos turísticos mas a estada na cidade pode ser bem divertida.

Assistir a um Grenal: O Rio Grande do sul tem talvez a maior rivalidade entre times do Brasil. A população é basicamente dividida entre gremistas e colorados (torcedores do internacional). Assistir a um jogo entre os dois pode ser uma ótima experiência.

Porto Alegre

Estádio do Internacional

Ir de bar em bar na cidade baixa: A cidade baixa é o antro da boemia portoalegrese. Com várias opções de baladas, bares, pubs, restaurantes, etc… É melhor andar em grupo e ficar de olho em suas coisas porque ultimamente tem ficado um pouco perigoso caminhar por lá, com muitos casos de assaltos e furtos.

Padre Chagas: Se gosta de algo mais elitizado a Padre Chagas é a versão rica (e cara) da cidade Baixa.

Tomar um chimarrão domingo no Parque da Redenção: O maior parque de Porto Alegre é ponto de encontro dos mais variados tipos de pessoas seja para um picnic, um chimarrão, esportes, enfim…o que tiver com vontade de fazer. Todos os domingos há uma feira de artesanato bem legal ao redor da praça. A região também conta com muitos bares, restaurantes e baladas durante a noite. Geralmente com um público bem diversificado e mais velho que a cidade baixa.

Porto Alegre

Domingo no parque da Redenção.

Pôr do sol no Guaíba: O rio (ou lagoa??) Guaíba tem segundo os gaúchos o pôr do sol mais bonito do mundo. Ele realmente é mágico e durante os fins de semana muitas pessoas que com suas cuias e garrafas térmicas se reunem para ver o espetáculo.

Porto Alegre

Pôr do sol do Guaíba

No local também está localizado o Gasômetro, que tem um terraço com vista panorâmica para o rio além de exposições temporárias.

Passeio pelo centro da cidade: Eu sempre acho os centros históricos das grande cidades um dos melhores lugares a se caminhar. É onde todas as classes e tipos de pessoas se misturam em meio a prédios antigos e meio decadentes. Onde pode encontrar o núcleo do regionalismo de cada lugar. Porto Alegre não é diferente. Seu centro histórico concentra a maior parte dos museus, galerias e uma voltinha no mercado municipal vale a pena.

Porto Alegre

Centro da cidade

Porto Alegre pode ser uma boa escolha para relaxar e ter uma experiência regional sem contato com muitos turistas. Existem opções mais bonitas e turísticas ao redor (como Gramado e Canela). É uma cidade que alguns amam e para outros é dispensável, tudo depende do seu ponto de vista. 🙂

Porto Alegre

Todo gaúcho que se preza está sempre com seu mate em mãos.

 

Comentários

comentários